Categorias
Poesias

Leila

Seu corpo molhado no meu pal mo a pal mo, apalpo, olfato tato a perna bambeia e o peito fica farto laços… de corpos sedentos eu quero vc! Sussurra meu nome me chama de De… Só se for D se fô D me denga me prenda, me renda eu pago pra ver Minha língua sedenta […]