Categorias
COVID19's_writing

ABRAÇOS ESTÃO PROIBIDOS MAS A VALA É COMUM

A marcha fúnebre prossegue em Manaus (da foto), mas não apenas… onde os corpos, jogados em valas comuns (pois não há mais espaço nos cemitérios), são regados apenas pelas lágrimas de no máximo cinco parentes por velório… .Em outros cantos (inclusive os mais ricos do país) a capacidade das UTIs chegam beiram o limite enquanto a quantidade de infectados e necessitados de hospitalização segue aumentando… (Cont….)

A marcha fúnebre prossegue em Manaus (da foto), mas não apenas… onde os corpos, jogados em valas comuns (pois não há mais espaço nos cemitérios), são regados apenas pelas lágrimas de no máximo cinco parentes por velório… .Em outros cantos (inclusive os mais ricos do país) a capacidade das UTIs chegam beiram o limite enquanto a quantidade de infectados e necessitados de hospitalização segue aumentando…

.Estaríamos pior (tipo Equador) se os governos estaduais e alguns municípios (em muitos casos, motivados pelos interesses mais espúrios e questionáveis) não houvesse implementado medidas de contenção de circulação pública.

.Estaríamos melhor (e quantas mortes não teríamos evitado) se o Governo Federal levasse à sério as pesquisas científicas, não houvesse estrangulado as universidades públicas e precarizado o sistema de saúde nos últimos anos.

.O desejo necropolítico pela carnificina de vidas indesejáveis é tanto que se contrapõe a VIDA à ECONOMIA esquecendo-se que a primeira é condição de existência da segunda. . Por enquanto, abraços estão proibidos mas o COMUM, o COLETIVO, o NÓS, caso não consiga ressurgir imediatamente, em novas formas de política, em VIDA, será apenas o da VALA.

Por Deivison Nkosi, 22/04/2020

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.